O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), corre o risco de perder os direitos políticos por 8 anos. Ele, a candidata a... MPE pede que Crivella fique inelegível por 8 anos e pague multa pelo caso “Guardiões do Crivella”

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), corre o risco de perder os direitos políticos por 8 anos.

Ele, a candidata a vice nas últimas eleições municipais, a tenente-coronel Andréa Firmo, e o assessor especial do gabinete do prefeito, Marcos Luciano, foram denunciados nesta quarta-feira (16) pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) por abuso de poder político e conduta vedada prevista na Lei Eleitoral por causa do caso “Guardiões do Crivella”.

O MPE pediu a condenação dos três com pagamento de multa e inelegibilidade por oito anos.

Segundo o promotor Rogério Pacheco Alves, funcionários públicos foram destacados pelo prefeito para impedir denúncias e reclamações de famílias e amigos de pacientes e para intimidar jornalistas no entorno de unidades municipais de saúde durante a pandemia de coronavírus.

Os chamados “Guardiões do Crivella” continuaram atuando na campanha do atual prefeito, que não conseguiu se reeleger em novembro, quando foi derrotado por Eduardo Paes (DEM-RJ).

O grupo participou de atos públicos como caminhadas e carreatas sob orientação do assessor do prefeito, Marcos Luciano.

Em nota, a prefeitura negou que o grupo se prestasse a organizar servidores para coibir a imprensa, muito menos para qualquer atuação com viés eleitoral.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *