O Ministério Público Federal (MPF) entrou na Justiça com uma ação civil pública contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do... MPF vai processar pastor Valdemiro Santiago por anunciar feijão “milagroso”

O Ministério Público Federal (MPF) entrou na Justiça com uma ação civil pública contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus (IMPD). O MPF quer uma indenização de, no mínimo, R$ 300 mil por danos sociais e morais coletivos.

O líder da IMPD apareceu em três vídeos postados na internet. Ele anunciava sementes de feijão com supostos poderes de cura da Covid-19. O caso de um fiel que se sarou da doença usando as sementes, o que estaria comprovado por um atestado médico, é citado em um dos vídeos.

As sementes eram vendidas a R$ 1 mil cada e bastavam germinar para ter o poder de cura, segundo o religioso.

A ação também envolve o ministério da Saúde por ter removido do site do órgão uma mensagem de alerta contra os anúncios enganosos do pastor.

A publicação pedida pelo MPF ficou no ar por poucos dias. O ministério não explicou o motivo da remoção e a mensagem não voltou mais ao site.

O pastor Valdemiro vai responder por prática abusiva da liberdade religiosa ao colocar em riscos a saúde pública e induzir fiéis a comprarem um produto sem nenhuma eficácia comprovada.

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão de São Paulo (PRDC-SP), autora da ação, também quer que a Justiça Federal obrigue o ministério da Saúde a republicar a mensagem de alerta sobre a falsidade das informações divulgadas pelo pastor, e que a pasta identifique quem foi a autoridade que determinou a remoção dela.

Os procuradores pediram a concessão de uma ordem judicial para que a Google Brasil, responsável pelo YouTube, seja obrigada a preservar a íntegra dos vídeos da IMPD. Eles já foram removidos da plataforma em junho e vão servir de provas durante o processo. A PRDC-SP quer a identificação do usuário que os publicou.

As defesas do pastor Valdemiro, o Google Brasil e o ministério da Saúde se manifestaram até às 13h desta terça-feira (4).

Em nota, em maio, a Igreja negou qualquer venda de “promessa de cura e que a semente é uma figura de linguagem, amplamente mencionada nos textos bíblicos, para materializar o propósito de Deus e que não há nenhuma oferta de venda por parte do pastor Valdemiro Santiago”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103