O mundo registrou 228.102 novos casos de coronavírus em 24h. O número divulgado pela Universidade Johns Hopkins (EUA) é recorde. Ao todo são 12.342.043...

O mundo registrou 228.102 novos casos de coronavírus em 24h. O número divulgado pela Universidade Johns Hopkins (EUA) é recorde. Ao todo são 12.342.043 casos e 556.373 mortes. Os dados são das 15h00 desta sexta-feira (10).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) enviou hoje dois especialistas em saúde animal e epidemiologia para a China. Ao lado de cientistas locais, eles vão pesquisar as origens do coronavírus.

Os primeiros casos foram registrados no final do ano passado, em um mercado de Wuhan. Os cientistas querem saber como o vírus se deslocou de animais, possivelmente morcegos, para os humanos.

Na Itália, o governo prorrogou o estado de emergência por causa da pandemia. O país, que chegou a ser o epicentro mundial da doença, é o quarto com maior número de mortes no planeta (34.938). Por isso, Roma proibiu a entrada de pessoas que tiveram passagens recentes por 13 países, entre eles o Brasil.

Na vizinha França, o governo decretou o fim do estado de emergência às 0h deste sábado (11). Para evitar uma segunda onda de Covid-19, o país vai realizar testes de saliva nos turistas que desembarcarem nos aeroportos. Os viajantes de países, onde a pandemia ainda não está sob controle, como o Brasil e os Estados Unidos, podem até ser barrados de entrar na França.

O governo também anunciou que vai aumentar os testes entre a população. A flexibilização vai permitir que o campeonato francês de futebol seja retomado no final de semana, depois de quatro meses de paralisação.

A farmacêutica americana Pfizer e o laboratório alemão BioNTech vão testar uma vacina contra o coronavírus em voluntários argentinos, em agosto.

A Argentina registrou 1.749 mortes e 90.693 casos. A maioria na província de Buenos Aires, onde a população segue regras rígidas de quarentena até a próxima sexta feira (17). O governo do presidente Alberto Fernández está preocupado com o avanço da doença e pode estender a quarentena para outras províncias.

Na Austrália, o número de casos notificados voltou a subir nas últimas 24h. Foram 307 e agora são 9.359 casos. A região metropolitana de Melbourne, segunda maior cidade do país, que voltou para uma fase mais restrita de quarentena, já tem 3.379 casos. Apenas 88 a menos que Sydney. Por outro lado, há mais de uma semana, o número de mortes estacionou em 106.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *