A taxa de desemprego no Brasil voltou a crescer e atingiu o maior percentual em dois meses. A informação está na pesquisa divulgada nesta... Número de desempregados bate recorde e sobe para 12,4 milhões em junho

A taxa de desemprego no Brasil voltou a crescer e atingiu o maior percentual em dois meses. A informação está na pesquisa divulgada nesta sexta-feira (17), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa subiu na quarta semana de junho para 13,1%, a maior desde o começo de maio, quando era de 10,5%.

São 12.428 milhões de desempregados, 675 mil a mais do que na semana anterior.

Na comparação com a primeira semana de maio, o número sobe para cerca de 2,6 milhões de desempregados, alta de 26%.

A população ocupada caiu de cerca de 84 milhões para 82,5 milhões de pessoas, queda de cerca de 1,5 milhão em uma semana.

Segundo o IBGE, 28,4 milhões de brasileiros trabalham na informalidade. Ou seja, sem carteira assinada ou CNPJ, no caso de empresas. Sem a criação de vagas de empregos formais, é pela informalidade que o mercado de trabalho brasileiro tem se sustentado.

Do total de empregados ocupados, 8,6 milhões (12,6%) trabalharam de forma remota, um dos reflexos da pandemia no mercado de trabalho.

O levantamento foi feito entre os dias 21 e 27 de junho e faz parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) Covid-19, realizada com apoio do ministério da Saúde para identificar os impactos da pandemia no mercado de trabalho.

Ela usa métodos diferentes da Pnad Contíuna, que é o indicador oficial do desemprego do país.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.