A Organização Mundial da Saúde (OMS) quer que os países não abram a economia durante a pandemia. Na última semana, foram registradas mais de... OMS pede que os países desistam da flexibilização da economia durante a pandemia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) quer que os países não abram a economia durante a pandemia. Na última semana, foram registradas mais de 160 mil mortes por dia, segundo a OMS.

O diretor-geral da entidade, o etíope Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu hoje, em Genebra na Suiça, que os países devem abolir as medidas (de abertura econômica) mais abrangentes.

A OMS está preocupada com o avanço da doença nos países asiáticos, principalmente no Irã, Iraque, Arábia Saudita e Paquistão. Segundo o diretor regional para o Mediterrâneo Oriental, Ahmed Al-Mandhari, todos os países apresentam transmissão comunitária e que a doença demorou para aparecer nas áreas afetadas por conflitos. Nelas o número de casos pode ser maior, pois há subnotificação.

Os números de casos globais do coronavírus ultrapassaram 10,5 milhões. De acordo com a Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, são 10.509.749 (2.638.338 nos EUA) e 512.114 mortes, a maioria – 127.485 – nos EUA.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.