Mais de 1 bilhão de estudantes foi afetado pela pandemia do coronavírus, sendo que 40 milhões estão longe das escolas em um período crítico... ONU defende reabertura das escolas para evitar “uma catástrofe de toda uma geração”

Mais de 1 bilhão de estudantes foi afetado pela pandemia do coronavírus, sendo que 40 milhões estão longe das escolas em um período crítico para o aprendizado, o da pré-escola. “Uma catástrofe de toda uma geração”, declarou o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o português Antonio Guterres, nesta terça-feira (4).

A ONU lançou a campanha Save Our Future (Salve o nosso futuro), que pede pela reabertura das escolas e que isso seja priorizado nas decisões econômicas do país.

O secretário-geral defendeu a volta segura às salas de aulas como prioridade mundial. “Já enfrentávamos uma crise de ensino anterior à pandemia. Agora, estamos diante de uma catástrofe de toda uma geração que pode desperdiçar potencial humano e prejudicar décadas de atraso, exacerbando a desigualdade”.

Guterres citou problemas de nutrição, igualdade de gênero, o aumento no casamento com crianças em vários países e as pessoas com necessidades especiais que, para ele, são as mais prejudicadas; e que a carga sobre as mães ficou ainda mais pesada com as escolas fechadas.

No mundo, há um grande movimento dos governos, inclusive no Brasil, para a reabertura das escolas, mas ele encontra resistência das autoridades da saúde, da educação e dos pais dos alunos.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.