Um prefeito e dois secretários de municípios do Tocantins são alguns dos alvos da Operação Tempos Modernos deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta terça-feira... Operação da PF no TO afasta prefeito e secretários municipais no TO: prejuízos são estimados em R$ 3 mi

Um prefeito e dois secretários de municípios do Tocantins são alguns dos alvos da Operação Tempos Modernos deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta terça-feira (22).

Segundo a PF, o nome da operação é uma crítica ao sistema capitalista, em que tudo gira em torno do dinheiro e do lucro, onde algumas organizações criam sofisticados esquemas de corrupção, em detrimento da sociedade e do bem público.

O prefeito Onassys Moreira Costa (PSD-TO), dois servidores da comissão de licitação de Jaú do Tocantins (foto) e funcionários das prefeituras da capital de Tocantins, Palmas, e de dois municípios do estado, Alvorada e Paraíso do Tocantins, são suspeitos de integrar uma associação criminosa que fraudava licitações e contratos para pavimentação e abertura de estradas vicinais.

De acordo com as investigações, há indícios de direcionamento de contratos para apenas uma empresa que venceu todas as concorrências realizadas no sul do Tocantins. O dono, que mora em Alvorada, é um dos alvos da operação.

A empresa pagava propina aos servidores públicos envolvidos no processo de licitação, contratação e fiscalização.

Vencidas as licitações, ela subcontratava a execução das obras, sempre em condições inferiores as descritas nos contratos.

A estimativa é de prejuízo de R$ 3 milhões aos cofres públicos.

Cerca de 40 policiais participam da Operação para cumprir 3 ordens de afastamento e 10 mandados de busca e apreensão nas quatro cidades de Tocantins.

As ordens e os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

Foram afastados o prefeito de Jaú de Tocantins e dois secretários de outros dois municípios.

Os suspeitos poderão responder pelos crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, peculato e fraude a licitação.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.