Edição: Rafael Bruza; Entrevista: Fábio Pannunzio Em entrevista exclusiva à TV Democracia nesta segunda-feira, 20 de abril – conhecido como Dia da Maconha –...

Edição: Rafael Bruza; Entrevista: Fábio Pannunzio

Em entrevista exclusiva à TV Democracia nesta segunda-feira, 20 de abril – conhecido como Dia da Maconha – o Padre Ticão afirma que a cannabis usada para fins medicinais é uma “santa erva” pelos resultados que oferece a pacientes necessitados.

“Ela está dando resultados altamente positivos. Ainda hoje de manhã conversei com uma mãe de Taubaté (SP), que tem um filho autista. Ela me mandou o vídeo dele começando a pronunciar as primeiras palavras. Isso é de uma emoção muito grande. Sem falar de casos de Parkinson, Alzheimer e assim por diante. Por isto é uma santa erva e todas as famílias deveriam ter essa planta em casa. Essa é nossa grande luta”, declara o padre.

O padre afirma que “dezenas de médicos” apoiam e dão embasamento ao uso medicinal e científico da cannabis.  “Como eu estou na quarta idade, já entrei na fila da prevenção (risos). Eu tomo diariamente algumas gotas, a Dr. Eliane acompanha e tem sido uma experiência maravilhosa”, conclui.

O padre ainda comenta a relação da Igreja Católica com a erva.

“De muitas pessoas, como padres, religiosos, leigos e terapeutas, que são ligados a hospitais da Igreja Católica, uma grande parte é favorável à cannabis”, diz o Padre Ticão. “Nós temos, em todo Brasil, pessoas da comunidade católica que aprovam abertamente (a cannabis) e nós estamos falando de uma planta, que é uma erva medicinal sagrada. É criação de Deus, como todas as plantas. Por isso a gente até reza: creio em Deus Pai, Todo-Poderoso, criador do céu e da terra. A Igreja Católica tem que ter essa teologia da vida e um dos caminhos para se libertar das doenças é o uso maravilhoso e fantástico (da cannabis medicinal)”.

Comentando em tom de brincadeira, o padre declara ainda que “a Igreja Católica tem seus problemas internas”.

“Inclusive teve uma pessoa que, por falta de conhecimento, gravou um vídeo dizendo que ‘o padre estava ensinando a fumar maconha na Quaresma’. Eu respondi que não era na Quaresma, mas sim na Páscoa (risos). Por isso, fazer uso da cannabis é um direito e é sagrado”, conclui.

Fabio Pannunzio

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.