O publicitário e escritor. Enio Mainardi é mais uma vítima do coronavírus. Uma ironia, já que era um negacionista da doença. O pai do...

O publicitário e escritor. Enio Mainardi é mais uma vítima do coronavírus. Uma ironia, já que era um negacionista da doença.

O pai do jornalista Diogo Mainardi morreu neste sábado (8), em São Paulo.

Como publicitário, Enio foi dono de agência Proeme, responsável por campanhas como a dos biscoitos Tostines (“Tostines vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais?”).

Polêmico, não poupava alvos da esquerda ou da direita. Atacou o ex-presidente Lula, o PT, o governador João Doria (PSDB-SP), como fez num twitter publicado no dia 27 de junho.

“Sabe quando a quarentena vai terminar? Quando todos usarem máscaras até no banho. Quando demonstrações públicas de concordância com essa ditadura começarem. Quando todos pedirem mais Estado. Quando não tiver mais nada para quebrar. Enfim, quando ninguém mais reclamar, né @jdoriajr?”

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.