O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, apresentou nesta quinta-feira (13) à Organização Mundial da Saúde (OMS) a estratégia do Brasil no combate... Pazuello não fala sobre os mais de 100 mil mortes por coronavírus em reunião com a OMS

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, apresentou nesta quinta-feira (13) à Organização Mundial da Saúde (OMS) a estratégia do Brasil no combate à Covid-19.

Segundo o correspondente da TV Democracia na Suíça, Jamil Chade, foi no encontro virtual e semanal que a OMS realiza com governos de todo o mundo.

Pazuello, que neste sábado (15) vai completar três meses como ministro interino, falou sobre as ações adotadas pelo Brasil no combate à pandemia e manifestou a vontade do governo em fazer parte das alianças internacionais, inclusive para a vacina.

Ele omitiu a tragédia de mais de 100 mil mortes, mas expressou solidariedade com aqueles que perderam familiares e amigos queridos. Citou os números total de infectados e dos recuperados.

O ministro afirmou que o acesso à Saúde é direito garantido pela Constituição e é um dever do Estado. Também mencionou as ações sanitárias do governo em relação aos indígenas.

Foi a segunda reunião da OMS com participação do general.

A estratégia brasileira de combate ao coronavírus é criticada praticamente todos os dias pela organização. O país é o segundo do mundo em números de mortes e casos.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.