A pandemia do coronavírus matou 1.614.159 pessoas e contaminou outras 72.336.167 em todo o mundo. Os números da Universidade Johns Hopkins (EUA) foram divulgados... Perto das 300 mil mortes, os EUA começam hoje a vacinação da população

A pandemia do coronavírus matou 1.614.159 pessoas e contaminou outras 72.336.167 em todo o mundo.

Os números da Universidade Johns Hopkins (EUA) foram divulgados às 10h desta segunda-feira (14).

Os EUA se aproximam das 300 mil mortes.

O país registrou 299.191 óbitos e 16.257.899 casos e é o líder das tristes estatísticas mundiais da pandemia.

No entanto, o avanço poderá ser contido com o início da vacinação contra Covid-19 que começa hoje (14).

Em caráter emergencial, a agência regulatória de alimentos e remédios dos EUA, a FDA, e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDS) aprovaram a vacina desenvolvida pela multinacional americana Pfizer e pela empresa alemã de biotecnologia BioNTech.

Sob aplausos de funcionários e técnicos de saúde, os primeiros lotes da vacina saíram das fábricas da Pfizer em Michigan e Wisconsin para serem transportados para todos os estados americanos.

O imunizante precisa ser mantido a -70°. Por causa disso, ele é levado em caixas com gelo seco que garantem a temperatura por até 15 dias.

Profissionais de saúde na linha de frente do combate à Covid-19 serão os primeiros a receberem as doses.

Os EUA estimam que terão cerca de 40 milhões de doses distribuídas até o final do mês.

O número inclui as vacinas Pfizer/BioNTech e a da empresa americana Moderna, que poderá ser aprovada para uso emergencial ainda nesta semana.

Nos próximos dois meses, o governo americano espera contar com pelo menos 100 milhões de doses.

As duas vacinas precisam da aplicação de duas doses por pessoa para terem eficácia contra a Covid-19.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *