Se você acha que está protegido do coronavírus com uma máscara com válvula ou com um protetor facial, é melhor mudar de ideia e... Pesquisa revela que máscara com válvula e protetor facial são ineficazes na proteção contra a Covid-19

Se você acha que está protegido do coronavírus com uma máscara com válvula ou com um protetor facial, é melhor mudar de ideia e parar de usá-las imediatamente.

É o que revela uma pesquisa publicada na revista científica americana Physics of Fluids deste mês.

Ela constatou que protetores faciais e as máscaras valvuladas são menos eficazes no bloqueio de partículas do vírus do que as máscaras comuns.

O protetor facial é uma espécie de escudo de acrílico colocado na frente do rosto.

A máscara valvulada tem um dispositivo que filtra o ar quando ele é inspirado. Quando o ar é expelido, ele passa pela válvula sem obstáculos.

Os cientistas usaram uma cabeça de manequim com várias coberturas faciais. Simularam uma tosse ou espirro com um impulso de pressão de uma bomba manual. Lasers serviram para iluminar o caminho das gotículas.

“Focamos nas gotículas menores, já que podem ficar suspensas por muito tempo e podem conter partículas de vírus suficientes para transmitir a Covid-19”, explicou o pesquisador americano Siddhartha Verma.

O protetor facial bloqueou o movimento inicial de uma tosse ou espirro simulados, mas as gotículas expelidas se moveram facilmente ao redor do visor e podem se espalhar por uma grande área.

Com a máscara valvulada, foi observado um sopro de partículas jorrando ao redor da ponta do nariz, onde o ajuste é ruim. A maior parte do ar expelido passou pela válvula sem obstáculos.

As máscaras de tecido, N95 ou cirúrgica foram mais eficientes nos testes. Todas bloquearam uma quantidade significativa de partículas e, aparentemente, ofereceram mais segurança para a pessoa.

Embora os protetores faciais sejam mais confortáveis e fáceis de usar por longos períodos de tempo, a pesquisa comprovou que são ineficazes.

“Você estaria essencialmente colocando todos em um espaço apertado com gotículas se acumulando ao longo do tempo, o que poderia levar a infecções”, disse Verma.

A recomendação do estudo é que, para minimizar a disseminação do coronavírus na comunidade, é preferível usar máscaras de pano de alta qualidade ou máscaras cirúrgicas mais simples, em vez de protetores faciais e máscaras equipadas com válvula”.

Verma alertou: “Mesmo as melhores máscaras têm algum grau de vazamento. É importante manter distância física para mitigar a transmissão”.

A repercussão da pesquisa foi imediata.

O Canadá vetou as máscaras valvuladas nos voos: “Essas máscaras não protegem outras pessoas contra Covid-19 e não limitam a propagação do vírus”, diz o aviso no site oficial do governo canadense

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.