A Operação Sem Limites III, a 76ª fase da Lava Jato, foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira (7). Foram cumpridos quatro mandados... Petrobras é alvo da Operação Sem Limites III, nova fase da Lava Jato: R$ 45 milhões teriam sido desviados por funcionários

A Operação Sem Limites III, a 76ª fase da Lava Jato, foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira (7).

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro.

Em dois endereços de funcionários da Petrobras, Marcos Antônio Collyer e Daniel Gomes Filho, foi apreendida grande quantidade de dinheiro em espécie. Parte estava em malas.

Os policiais precisaram usar máquinas de contar dinheiro. Até o início da tarde, já tinham somado R$ 200 mil.

A operação é um desdobramento das Sem Limites I e II, numa referência à transnacionalidade dos crimes.

As investigações começaram em dezembro de 2018.

Elas envolvem a negociação de óleos combustíveis e derivados entre a diretoria de Abastecimento da Petrobras e empresas estrangeiras entre 2009 e 2018.

Pelo menos cerca de R$ 45 milhões em propinas teriam sido movimentados no período.

De acordo com delações premiadas de executivos ligados às empresas estrangeiras envolvidas no esquema, funcionários da estatal recebiam dinheiro para favorecê-las nas negociações de fornecimento de combustíveis marítimos no varejo para abastecimento dos navios a serviço da Petrobras em portos estrangeiros.

As propinas eram pagas através de contratos fictícios com auxílio de operador financeiro, que foi alvo da Operação Corrosão, a 20ª fase da Lava Jato, que apurou desvio de recursos das refinarias Abreu e Lima, em Pernambuco, e Pasadena, nos EUA.

Segundo a PF, o suborno era dividido com outros funcionários da gerência executiva de Marketing e Comercialização, que já foram denunciados em outra operação.

Os investigados serão acusados pelos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Em nota, a Petrobras disse que “já recebeu mais de R$ 4,6 bilhões, a título de ressarcimento, incluindo valores que foram repatriados da Suíça por autoridades públicas brasileiras”.

A empresa também declarou que “colabora com as investigações da Lava Jato desde 2014, e atua como coautora do Ministério Público Federal e da União em 21 ações de improbidade administrativa em andamento e ser assistente de acusação em 71 ações penais relacionadas a atos investigados pela Lava Jato”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103