Um prefeito eleito está entre os alvos da terceira fase da Operação Cai-Cai deflagrada pela Polícia Federal (PF) em sete cidades mineiras nesta quinta-feira... PF deflagra Operação Cai-Cai contra imigração ilegal de brasileiros para os EUA

Gov. Valadares (MG)

Um prefeito eleito está entre os alvos da terceira fase da Operação Cai-Cai deflagrada pela Polícia Federal (PF) em sete cidades mineiras nesta quinta-feira (3).

A Operação combate o envio ilegal de brasileiros para os EUA.

A PF cumpriu 11 mandados de prisão e 21 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal nos municípios de Governador Valadares, Alvarenga, Campanário, Engenheiro Caldas, Piedade de Caratinga, Virginópolis e Tarumirim.

Os nomes dos presos não foram divulgados. Entre eles, há ex-prefeitos e um vice-prefeito em final de mandadto.

Eles são acusados de associação criminosa, envio ilegal de criança ou adolescente para o exterior e migração ilegal.

Se condenados, podem cumprir até 16 anos de prisão, pena que pode ser aumentada dependendo da quantidade de crimes.

Na primeira fase, um dos réus condenado por 270 crimes pegou 127 anos de reclusão.

A quadrilha cobrava até US$ 22 mil (cerca de R$ 110 mil) por pessoa.

Cada adulto que tentava entrar ilegalmente nos EUA viajava com uma criança ou adolescente.

Com isso, evitava uma deportação imediata e ficar mais tempo no país.

“Os viajantes, sob sérios riscos, enfrentavam condições desumanas, eram forçados a corromper autoridades da imigração mexicana e ficavam submetidos aos guias denominados coiotes – criminosos, majoritariamente armados, responsáveis pela definição das rotas arriscadas de travessia de fronteira”, informou a PF.

Em julho do ano passado, quando começaram as investigações, duas pessoas foram presas em Tarumirim e Sardoá.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *