A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Cartão Vermelho nesta terça-feira (3). Ela apura suspeita de desvio de recursos públicos destinados ao hospital de... PF deflagra operação em 3 estados: prejuízos aos cofres públicos passam de R$ 7 milhões

A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Cartão Vermelho nesta terça-feira (3).

Ela apura suspeita de desvio de recursos públicos destinados ao hospital de campanha instalado no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

Os prejuízos são de, no mínimo, 7 milhões aos cofres públicos.

A Justiça Federal determinou o bloqueio destes valores em contas das empresas investigadas.

A PF cumpre 27 mandados de busca e apreensão na capital cearense, em São Paulo e na cidade gaúcha de Pelotas.

O inquérito foi aberto em junho e encontrou indícios de crimes praticados por servidores da secretaria municipal de Saúde (SMS) de Fortaleza; por membros da comissão de acompanhamento e avaliação de contrato de gestão do hospital administrado por uma organização social de São Paulo, também investigados assim como empresários.

Segundo as investigações, há suspeitas de fraude e dispensa de licitação na escolha da empresa contratada; compra de equipamentos de empresa de fachada; má gestão e fiscalização da aplicação das verbas públicas no hospital de campanha; e superfaturamento nos preços dos equipamentos adquiridos durante a pandemia do coronavírus.

Os alvos poderão responder pelos crimes de fraude à licitação, peculato, organização criminosa e ordenação de despesa não autorizada.

Até às 10h30 de hoje (3), a prefeitura e a SMS não haviam se manifestado sobre a operação da PF.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.