Um ex-deputado e quatro prefeitos de Rondônia foram presos preventivamente na Operação Reciclagem deflagrada pela Polícia Federal (PF) e Ministério Público de Rondônia (MP-RO)... PF prende 4 prefeitos e 1 ex-deputado de Rondônia envolvidos em desvio de mais de R$ 1,5 milhão dos cofres públicos

Um ex-deputado e quatro prefeitos de Rondônia foram presos preventivamente na Operação Reciclagem deflagrada pela Polícia Federal (PF) e Ministério Público de Rondônia (MP-RO) nesta sexta-feira (25).

Os prefeitos também afastados dos cargos.

O nome da operação se refere ao ramo de atividades da empresa envolvida no caso e na origem das propinas.

O Tribunal de Justiça do estado decretou sigilo nas investigações que começaram em dezembro do ano passado.

Mais de 70 policiais de 22 equipes cumpriram também 12 mandados de busca e apreensão nos quatro municípios.

Foram presos o prefeito de Ji-Paraná, a segunda maior cidade de Rondônia, Marcito Aparecido Pinto (PDT-RO); o prefeito de Rolim de Moura, Luiz Ademir Schock, o Luizão do Trento (PSDB-RO), as prefeitas de São Francisco do Guaporé, Gislaine Clemente, a “Lebrinha” (MDB-RO), e de Cacoal, Glaucione Maria Rodrigues Neri (MDB-RO) e o marido dela, o ex-deputado Daniel Neri (MDB-RO).

O ex-deputado foi preso em 2018 acusado de envolvimento no desvio de R$ 70 milhões de recursos públicos da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO).

A PF tem vídeos mostrando os investigados recebendo pacotes de dinheiro.

A suspeita é de prejuízo de mais de R$ 1,5 milhão aos cofres públicos.

Para garantir o ressarcimento, a Justiça decretou o bloqueios de bens que ultrapassam este valor.

A Operação Reciclagem se baseia na denúncia de um empresário que prestava serviços às prefeituras.

Uma delas, que não teve o nome divulgado pela PF, teria condicionado o pagamento de uma dívida se fosse paga propina.

O mesmo esquema de corrupção era adotado nas outras três prefeituras.

O empresário fingiu que aceitava o acordo, e com ajuda dos policiais, gravou a entrega das propinas e delatou os envolvidos na fraude.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.