O Facebook, Instagram e o Whatsapp, que são do mesmo grupo, removeram mais de 140 mil conteúdos que violavam as regras eleitorais durante a... Redes sociais removeram mais de 140 mil conteúdos indevidos durante o 1º turno das eleições


O Facebook, Instagram e o Whatsapp, que são do mesmo grupo, removeram mais de 140 mil conteúdos que violavam as regras eleitorais durante a campanha do 1º turno das eleições municipais.

A informação foi dada nesta segunda-feira (23).

Segundo a empresa, os conteúdos traziam “informações que poderiam desencorajar eleitores de irem votar, como por exemplo o horário errado de abertura das urnas”.

As redes sociais também rejeitaram 250 mil pedidos de conteúdos impulsionados sobre política ou eleições que não traziam os rótulos “Propaganda Eleitoral” ou “Pago por”, direcionados a usuários brasileiros.

Para terem acesso ao Facebook, o interessado precisa passar por um processo de autorização, no qual confirma identidade e residência no Brasil.

Por outro lado, cerca de 3 milhões de pessoas clicaram no aviso que convidava os eleitores a tomar os cuidados de saúde e outras informações importantes sobre as eleições no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.