Gilson Machado, conhecido por tocar sanfona nas lives do presidente Jair Bolsonaro, é o novo ministro do Turismo. A nomeação foi publicada no Diário... Sanfoneiro das lives de Bolsonaro é o novo ministro do Turismo

Gilson Machado, conhecido por tocar sanfona nas lives do presidente Jair Bolsonaro, é o novo ministro do Turismo.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (10), que também informou a demissão, a pedido, do ex-ministro Marcelo Álvaro Antônio.

É a 15ª troca de ministros em menos de dois anos de governo Bolsonaro.

Para o lugar de Machado na presidência da Embratur foi nomeado Carlos Alberto Gomes de Brito.

A saída de Álvaro Antônio foi conturbada.

Ele acusou o ministro da secretaria da Presidência, Luiz Eduardo Ramos, de pedir o cargo dele para Bolsonaro entregá-lo ao Centrão.

Em troca, o governo apoiaria o líder do bloco, deputado federal Arthur Lira (PP-AL), na eleição de fevereiro para a presidência da Câmara.

A candidatura de Lira foi lançada nesta quarta-feira (9).

O agora ex-ministro chegou a chamar Ramos de “traíra” em uma troca de mensagens no Whatsapp.

Deputado federal mais votado em Minas Gerais, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG), estava no cargo desde o início do governo, em janeiro de 2019.

Ele já foi indiciado pela Polícia Federal e denunciado com mais 10 pessoas pelo Ministério Público Eleitoral de Minas Gerais de desvio de dinheiro público e crimes eleitorais.

Em 2018, Álvaro Antônio, presidente estadual do PSL, lançou várias candidatas “laranjas”, que receberam grandes recursos para a campanha, que acabaram sendo desviados para ele.

Segundo as investigações, pelo menos R$ 276 mil foram parar nas contas do então deputado.

O inquérito está parado no Supremo Tribunal Federal (STF) e cabe ao ministro Gilmar Mendes decidir se torna o ex-ministro réu no processo.

Apesar da gravidade das acusações, Bolsonaro ignorou as denúncias e o manteve no governo até ontem.

O novo ministro do turismo, o pernambucano Gilson Machado é empresário e veterinário, mas se destacou mesmo é como sanfoneiro das transmissões ao vivo do presidente Jair Bolsonaro, que acontecem geralmente às quintas-feiras, nas redes sociais.

Ele é cantor e músico da banda de forró Brucelose, nome de uma doença infecciosa transmitida para animais a humanos.

Machado trabalhou na transição do governo e antes de assumir a presidência da Embratur, em maio de 2019, foi secretário nacional de Ecoturismo e Cidadania Ambiental do ministério do Meio Ambiente.

Na semana passada, ele apelou para que prefeitos e governadores não endurecessem as medidas de quarentena, já que o setor de turismo não aguentaria “um segundo fechamento coletivo”.

Sem citar a fonte, Machado afirmou que o Brasil foi o país que teve menos desemprego na área do turismo e usou como exemplo, a cidade pernambucana de Porto de Galinhas, um dos principais destinos turísticos do país.

Segundo ele, o município teve 25% de desemprego enquanto países turísticos tiveram taxa de 60%.

“Não fechem, por favor, porque vai haver desemprego em massa se os senhores fizerem isso. Nós conseguimos manter os nossos empregos, que é o nosso capital humano, é o maior bem que uma empresa de turismo pode ter”, declarou o agora ministro do Turismo.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *