O Brasil chegou a 68.355 mortes e 1.727.279 casos de coronavírus. Os números foram divulgados às 13h desta quinta-feira (9), pelo consórcio de veículos... São Paulo tem o terceiro dia seguido de mais de 300 mortes por coronavírus

O Brasil chegou a 68.355 mortes e 1.727.279 casos de coronavírus. Os números foram divulgados às 13h desta quinta-feira (9), pelo consórcio de veículos de midia.

Eles poderiam ser maiores. Por exemplo, na cidade de São Paulo, uma pesquisa da prefeitura mostrou que o número de casos é quase sete vezes maior do que os oficiais.

Pelo levantamento, são 1,2 milhão de pessoas infectadas pelo coronavírus. A maioria vive em bairros pobres da periferia. A única exceção é o bairro de Santa Cecília, na região central.

A prefeitura anunciou que vai testar pessoas da famílias de quem for diagnosticado com a Covid-19, nos 14 distritos onde foram registrados mais casos da doença. Elas não poderão sair de casa até os resultados dos testes. As amostras serão colhidas no local por agentes de saúde.

O governo paulista também vai fazer um monitoramento em três cidades: Araraquara, Bauru e São Bernardo do Campo (ABC). Neste programa-piloto, que será estendido em agosto para 100 municípios, pessoas que tiveram pelo menos 15min de contato com um infectado por coronavírus, mesmo que não sejam parentes ou morarem na mesma residência, serão colocadas em isolamento

A capital paulista já começou a receber pacientes da região de Campinas, onde faltam leitos de UTIs. Eles estão sendo encaminhados para o hospital de campanha montado no Complexo Esportivo do Ibirapuera. Pacientes de outras regiões do estado também foram autorizados pelo governo estadual para serem atendidos neste hospital.

A pandemia avança pelo interior paulista. Pelo terceiro dia consecutivo, o número de mortes passou de 300. Nas últimas 24h, foram 330 e elevou o número de óbitos para 17.118. No mesmo período, foram registrados 8.350 casos e agora o total é de 349.715.

A taxa de ocupação de leitos de UTIs no estado de São Paulo foi de 64,7%. Na região metropolitana, 63,6%. São estes números que orientam o governo estadual a flexibilizar as regras da quarentena.

Na próxima segunda-feira (13), as cidades da fase amarela, como a capital e o ABC, vão poder reabrir parques municipais e a academias desde que sigam protocolos rígidos de saúde. Uso de máscara, oferta de álcool em gel e distanciamento social são obrigatórios.

O mais frequentado parque paulistano, o Ibirapuera, funcionará apenas durante a semana, em horários reduzidos e os visitantes não poderão usar as quadras esportivas nem os parquinhos infantis. Nos portões, haverá controle de temperatura e para evitar aglomerações, a capacidade será limitada a 40%. Basicamente, os frequentadores só poderão usar o parque para caminhar, correr ou pedalar. A “pelada” do final de semana terá que esperar mais um pouco.

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103