O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, determinou o afastamento de Chico Rodrigues (DEM-RR) do cargo de senador por 90 dias. A... STF pede que o Senado afaste senador Chico Rodrigues por 90 dias: ele foi flagrado com mais de R$ 33 mil escondidos na cueca

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, determinou o afastamento de Chico Rodrigues (DEM-RR) do cargo de senador por 90 dias.

A palavra final caberá ao Senado.

Na tarde desta quinta-feira (15), Barroso negou o pedido da Polícia Federal (PF) e da Procuradoria-Geral da República (PGR) para que, além de ser afastado do cargo, o senador fosse preso preventivamente, com cumprimento da pena em casa e com monitoramento eletrônico.

A PF disse ter indícios de que o senador cometeu crime de lavagem de dinheiro e de embaraço a investigação de organização criminosa, e que ele só não foi preso em flagrante por causa da imunidade parlamentar.

O ministro concordou que Rodrigues seja proibido de se comunicar com outros investigados na operação deflagrada pela PF e autorizada pelo STF nesta quarta-feira (14), em Boa Vista (RR).

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro aceitou o pedido do senador para quem deixasse a vice-liderança do governo no Senado, e disse que não tinha “nada a ver com isso”.

Na sentença, Barroso apontou a “gravidade concreta” do caso e determinou que Rodrigues seja impedido de utilizar o cargo para atrapalhar as investigações.

Ele foi flagrado com R$ 33.150,00 escondidos na cueca.

“As cédulas de dinheiro encontradas no corpo do senador não tiveram sua origem lícita comprovada, sendo altamente provável que decorram de ganhos de crime de peculato praticado em virtude dos contratos superfaturados investigados. Tais valores, assim, provenientes de atividade”, disse a PF, que apura desvio de recursos públicos que seriam destinados ao combate à pandemia do coronavírus em Roraima.

Barroso chegou a transcrever parte do relatório da PF sobre a operação de ontem (14), na casa de Rodrigues, em Boa Vista.

“Ato continuo, efetuamos a busca no cofre situado no quarto do Sr. Pedro Rodrigues, filho do Senador, no qual não foram encontrados valores ou documentos relacionados aos fatos sob investigação. Contudo, nesse momento, o senador Chico Rodrigues indagou ao delegado Wedson se poderia ir ao banheiro. O delegado Wedson respondeu que sim, mas informou que o acompanharia”.

Aí aconteceu o flagrante do dinheiro escondido na cueca: “Nesta hora, o delegado Wedson percebeu que havia um grande volume, em formato retangular, na parte traseira das vestes do senador Chico Rodrigues, que utilizava um short azul (tipo pijama) e uma camisa amarela. Considerando o volume e seu formato, o delegado Wedson suspeitou estar o senador escondendo valores ou mesmo algum aparelho celular”.

Perguntado sobre o “volume”, Rodrigues negou qualquer irregularidade.

Então, o policial fez uma revista pessoa no senador.

A ação foi filmada, mas Barroso manteve o vídeo em sigilo.

O relatório conclui: “num primeiro momento, foi encontrado no interior de sua cueca, próximo às suas nádegas, maços de dinheiro que totalizaram a quantia de R$ 15.000,00, conforme descrito no item 3 do Termo de Apreensão em anexo”.

Em nota, Rodrigues negou envolvimento com qualquer ato ilícito.

Ele era vice-líder do governo no Senado desde março de 2019 e foi companheiro do presidente Jair Bolsonaro quando ambos eram deputados federais.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/wp_vihbaf/democracia.tv/wp-content/themes/goliath/theme/theme-functions.php on line 1103