O último debate dos candidatos à presidência dos EUA será realizado nesta quinta-feira (22). Mais de 28 milhões de eleitores já votaram pelos Correios.... Trump interrompe entrevista: amanhã, ele e Biden fazem o último debate antes das eleições

O último debate dos candidatos à presidência dos EUA será realizado nesta quinta-feira (22).

Mais de 28 milhões de eleitores já votaram pelos Correios.

Nos EUA, o voto não é obrigatório.

As eleições acontecerão no dia 3 de novembro.

De acordo com o jornal The New York Times, o presidente e candidato republicano à reeleição, Donald Trump interrompeu uma entrevista para um dos programas mais importantes da TV americana, 60 Minutos, da rede CBS.

A entrevista parou depois de cerca de 45min, quando Trump disse à equipe da entrevistadora Lesley Stahl, que já tinha material suficiente.

O presidente se recusou a participar do bloco do programa, Walk and Talk (caminhar e conversar), que previa uma passeio pela Casa Branca ao lado da repórter e do vice-presidente Mike Pence.

Ele ainda ameaçou colocar a entrevista no ar antes da CBS.

Ela foi gravada nesta segunda-feira (19) e a emissora pretende colocá-la no ar junto com entrevistas com o candidato democrata, Joe Biden, e a vice dele, Kamala Harris, no domingo (25).

Ontem (21), em rede social, Trump afirmou que queria exibir o material “para fins de precisão e para que todos possam vislumbrar com a entrevista foi falsa e enviesada”.

Ele também publicou um vídeo de Lesley, em que ela está sem máscara e conversa com duas pessoas dentro da Casa Branca, depois da entrevista, e disse que há “muito mais por vir”.

Uma testemunha afirmou à CNN que, a entrevistadora usou máscara desde que entrou na Casa Branca até o início da gravação.

Stahl entrevistou Trump em três ocasiões. A primeira, em 2016, quando ele era candidato, e a segunda, em outubro de 2018, já como presidente.

Em 2016, em off (não-gravado), Trump lhe disse que os ataques à imprensa eram uma estratégia de campanha e visavam desacreditar as histórias negativas sobre ele: “Você sabe por que eu faço isso? Eu faço isso para desacreditar e rebaixar todos vocês, então, quando vocês escreverem histórias negativas sobre mim, ninguém vai acreditar em vocês”.

Nesta terça-feira (20), em comício na Pensilvânia, terra natal de Biden, Trump pediu aos apoiadores que eles “tinham de assistir o que nós fizemos no ’60 Minutos.Vocês vão se divertir muito com isso. Lesley Stahl não vai ficar feliz”.

Equipe TV Democracia

Nenhum comentário ainda. Comente!

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado.